quarta-feira, 12 de março de 2008

TV Digital em escolas de Hortolândia

Bem, não se trata exatamente da TV Digital Brasileira, inaugurada em dezembro último, mas é um campo de experiências para o modelo de TV digital interativa que o governo federal sonha em implementar.

Recebemos na última segunda-feira, dia 10/03, a visita de representantes do MEC, entre outros - como está descrito no meu perfil ao lado, trabalho numa TV Educativa Corporativa. Receber visitantes para conhecer nossos estúdios e equipamentos é rotineiro, mas espantou a todos a grande quantidade de convidados.

Por acaso li no site Hortolandia.com que a cidade também recebeu os mesmos ilustres visitantes. Eles vieram conhecer a "TV Digital" da cidade, num projeto piloto em uma escola municipal.

O projeto, bancado pela prefeitura e com execução do CPqD, UFRGS, UNISINOS e UFSC, tem características muito interessantes: um servidor central armazena o conteúdo multimídia e o transmite às escolas através de uma rede WiMax. Um set-top box na escola dá acesso à programação. Ao que parece, ao contrário da programação contínua gravada ou ao vivo da TV tradicional, a programação é a la carte, isto é, o set-top box dá acesso a um diretório/playlist com os programas disponíveis para serem tocados na TV.

Outro ponto interessante é que os professores também poderiam produzir/fazer programas que seriam disponibilizados através do servidor central.

Os pesquisadores envolvidos no projeto dizem que a experiência em Hortolândia pode fazer parte da futura interatividade do SBTVD. Fica a curiosidade, pois um sistema desses difere bastante do modelo tradicional e da própria TV Digital já em funcionamento na Grande São Paulo.

As principais divergencias com o modelo implantado são o canal de retorno via WiMax, a livre escolha do programa e a produção local de programação. Todos são pontos positivos mas que conflitam com o modelo monopolista atual de telecomunicação.

A prefeitura investiu R$ 300 mil no projeto. Um valor não muito baixo, mas justificado pela escolha do WiMax, tecnologia hoje bem mais cara que o WiFi.

Outros links: CPqD, UniversoTI, Prefeitura de Hortolândia, saiba o que é SAPSA e TV digital interativa.

PS: A foto é do site da Prefeitura de Hortolândia. Não gostei do resultado final, com a TV acima do quadro-negro, as crianças quase "quebrando o pescoço" para ver e a aparência de que é uma transmissão audiovisual tradicional. Com tantas inovações no backstage fica a sensação de que tudo se perde e se converte na mesmice da sala-de-aula tradicional.

2 comentários:

TV de LCD disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the TV de LCD, I hope you enjoy. The address is http://tv-lcd.blogspot.com. A hug.

ClAr!ssa FrAncesinHa disse...

Nossa
realmente não é uma tarefa fácil
implementar tantas inovaçoes,em função do meio social
é preciso muito estudo,pois dependendo da dosagem de tecnologia em escolas por exemplo,poderá DESviar a atenção dos alunos
e outra e isso é sempre projetoo
vamos ver até onde chegaremos com isso
adorei o blog
posso coloca-lo como um dos meus preferidos??
bijus